28/04/2009

3º Adjunto na Selecção escolhido - Seixas o eleito !!!

Depois de Agostinho, e Humberto é a vez de Carlos Seixas, em menos de 2 anos a Selecção troca de treinador.

Final da Liga Feminina para Olivais e Vagos

Este final de semana foi decisivo para conhecer os finalistas da competição. Olivais e Vagos conquistam lugar na Final, para já inédita na Liga Feminina. Olivais repete final do ano passado na qual foi campeão, mas com sistema de disputa diferente,(Final Four), Vagos 4º Classificado o ano passado, é um estriante nestas andanças de Finais, fazendo desde já história no seu palmarés.

Olivais recebeu e venceu o Algés, fazendo assim o 2-0 no play-off da 1/2 Final (73-64). Na Madeira o CAB venceu com facilidade o jogo 2 por (66-45), adiando a decisão para o dia seguinte.
Surpresa só para quem não viu, pois a equipa da casa a jogar contra as também ausentes no jogo 2, por diferentes motivos, permitiu ao Vagos adiar a decisão no prolongamento, já que com 37 minutos de jogo o Vagos vê-se privado de Clarissa dos Santos, quando o CAB estava na frente do marcador, e a recuperação do Vagos adiava a decisão da partida.
Nos 5 minutos suplementares o Vagos muito confiante aniquila as hipoteses do CAB, com um parcial de 12-8, no qual Fernanda Beling e Raquel Soares com 1 triplo para cada uma, quase decidem o jogo.
De salientar o jogo proporcionado pelas duas equipas, certamente um dos melhores da Liga Feminina desta época.

21/04/2009

Play-Off da Liga - Olivais e Vagos começam vitoriosos

Este domingo passado foi dia da 1/2 Final do Play-Off da Liga. O Olivais visitou e venceu o Algés por 5 pontos de diferença. E o CAB deslocou-se a Vagos e perdeu por 11.
Algés 52 x Olivais 57

Sem duvida dois jogos equilibrados, para estas 4 equipas que chegaram a esta fase. Em Algés, a equipa local, vendo-se privada de Catarina Coelho ausente por lesão, e com Susan Foreid diminuida fisicamente, vendeu cara a derrota frente a um Olivais ainda sem Filipa Freitas, a recuperar da operação efectuada a um joelho.
O Algés provocou e muito bem ao Olivais um rendimento menor da sua dupla de americanas Ambrosia Anderson e Aja Parham, com 8 pontos marcados, num total de 32, marca conseguida até ao intervalo. Por isso as portuguesas Ana Fonseca com (15 pontos, 3/4 nos triplos, 3 ressaltos e 4 roubos), bem acompanhada pela poste Ana Sofia Santos (10 pontos, 9 ressaltos sendo 4 ofensivos e 1 roubo), foram decisivas na vitória final do Olivais.

No Algés Amanda Jackson em grande nivél (29 pontos, 2/4 nos triplos), bem coadjudada pela Poste Nica Gemo, autora de um duplo-duplo (13 pontos, 15 ressaltos). Nica foi a melhor ressaltadora da partida, e um quebra cabeças para Ambrosia Anderson (14 pontos, 2/8 nos triplos, 10 ressaltos), principalmente na 1ª parte.

Na 2ª parte o Olivais chegaram a 31-37 (minuto 24) e 35-39 (minuto 27), mas a reacção algesina surgiu para igualar o marcador (41-41) no final do terceiro quarto. Depois do Algés ter conseguido distanciar-se (45-41), as pupilas de José Araújo não baixaram os braços e inverteram o rumo, graças a um parcial de 0-8, com um duplo e um triplo de Ambrosia (45-46) e outra bomba de Aja Parham (11 pontos, 1/2 nos triplos, 13 ressaltos) a fazer 45-49, obrigando de imediato Carlos Barroca a parar o jogo.

Faltavam 3 minutos e 48 segundos para jogar, mas numa toada de parada e resposta o tempo foi-se escoando, com o Olivais a não perder a liderança, sentenciando-se a partida num roubo de Aja, que fixou o resultado final a escassos 7,9 segundos do termo. Estava encontrado o vencedor. Muito equilíbrio nas tabelas (37-36 ressaltos), onde também se evidenciou a base algesina Joana Fogaça (10 ressaltos defensivos, 3 assis.).

Vagos 65 x C.A.B. 54

Em Vagos a equipa local venceu o CAB, numa partida também ela equilibrada, no inicio o CAB começou melhor mas cedo o Vagos, equilibrou o resultado acabando o primeiro quarto com uma diferença minima de um ponto (19-18).

Clarissa da parte do Vagos não jogando de inicio pela lesão contraída à uma semana e meia, privando do ultimo jogo e do trabalho juntamente com a equipa, entrou no jogo ainda antes do final do primeiro quarto.

Da parte do CAB, a regressada Gilda Correia à competição, recuperada á intervenção cirurgica que fez, era também opção para as pupilas de Juca, entrando na rotação das jogadoras exteriores da equipa madeirense.

O segundo quarto, o Vagos consegue com Clarissa equilibrar a luta dos ressaltos, chegando ao intervalo com uma vantagem de 4 pontos, (36-32),já numa fase de rotação de jogadoras em ambas as partes.
Após o intervalo, as equipas voltaram com os seus cincos principais, e o Vagos através da defesa individual criava muitos problemas ao CAB (9 pontos no 3º periodo contra 12 do Vagos). O CAB optando por uma defesa zona, fazia com que o Vagos demorasse a acertar os lançamentos.

À entrada do derradeiro periodo, o Vagos levava uma vantagem de 7 pontos (48-41), e uma maior paciência nas acções ofensivas do Vagos, provocava alguma perturbação ao CAB que continuava com alguns problemas no ataque. Abandonando a zona, foi a 5 minutos do fim, que o CAB apareceu mais pressionante, e decidido a mudar o rumo das coisas, mas após um triplo de Raquel Soares ( 13 pontos 2/2 triplos), a 1 minuto e 30 do final, faz o Vagos chegar aos 10 pontos de vantagem e acaba com as duvidas quanto ao vencedor do primeiro jogo da 1/2 inal. No Vagos Clarissa ainda foi a tempo de ser a MVP do jogo, com (12 pontos e 20 ressaltos), bem coadjudada com Carla Nascimento (14 pontos 6 assis.) e Ana Teixeira com (9 pontos, 11 ressaltos e 6 assis).

No CAB, Watson e Nash, foram as melhores com 10 e 12 pontos respectivamente, e Fatima Silva com 10 pontos e 4 Ass.

No próximo fim-de-semana (25 e 26 de Abril) disputam-se os segundo e terceiro jogos (este se necessário), respectivamente, em Coimbra e no Funchal.

Bons Jogos para todos

Colaboração:

José Tolentino

13/04/2009

1ª Divisão - Resultados da 20ª Jornada

Coimbrões 64 - 52 Lousada
Ovarense 34 - 63 Quinta dos Lombos
Académico 58 - 68 Maritimo
Escola da Amadora - União Micaelense - Adiado
António Aroso 47 - 54 G.D.Gafanha
Colégio de Calvão 34 - 51 ADE Sintra

Classificação
1º Lousada AC
2º ADESintra
3º Quinta dos Lombos
4º Coimbrões
5º Marítimo
6º Académico
7º UA António Aroso
8º Gafanha
9º Ovarense
10º Colégio Calvão
11º União Micaelense
12º E.S.A.

11/04/2009

Olivais, CAB, Algés e Vagos seguem em frente

Terminou a primeira eliminatória do Play-Off da Liga Feminina, e todos os duelos ficaram decididos com 2 jogos.
Ontem em Algés esperava-se grande equilibrio na visita do Boa Viagem. O Algés foi mais forte no final ganhando por 66 - 58.
Em Coimbra o Olivais não teve problemas em ganhar ao Barcelos, estreante nestas coisas de play-off da Liga pela diferença de 22 pontos.
Na Madeira o CAB, ainda sem Gilda Correia, eliminou o Desportivo da Póvoa por 24 pontos de diferença.
O Vagos sem Clarissa, venceu o ESSA - Barreiro por 14 pontos de diferença.

Resultados:

Olivais 83-61Basquete Barcelos
Algés 66-58 Boa Viagem
CAB Madeira 75-51 CD Póvoa
A.D. Vagos 73-59 ESSA

As meias finais tem o seguinte emparelhamento:
Olivais vs Algés e CAB vs Vagos

08/04/2009

Liga Feminina - PlayOff - Jogo 2 e 3 - 1ª Eliminatória

Em fim de semana de Páscoa e com as "capelas" para visitar, segue a Liga Feminina depois do 1º Jogo do Play-Off, que conheceu como vencedores as equipas visitantes.
É chegada a hora de se jogar a decisão de quem passa ás 1/2 Finais da Liga Feminina.
Com um fim de semana de enterregno na competição, as equipas voltam a encontrar-se agora em casa das equipas melhores classificadas na 1ª Fase.

Em Algés o Boa Viagem depois de não ter aproveitado o factor casa no 1º jogo, para começar à frente no Play-Off, joga no Sábado o tudo por tudo para adiar a decisão da eliminatória para o dia seguinte, caso contrário, o Algés seguirá em frente na competição. Grande ou grandes jogos se esperam entre estas duas equipas, elas que também foram finalistas na Final Four da Taça de Portugal, embora com adversários diferentes.

Em Coimbra o Olivais depois de ter derrotado o estreante em play-offs Barcelos,não terá dificuldade em terminar a eliminatória com um 2-0, partindo por isso o Olivais como grande favorito neste confronto.

Em Vagos, o ESSA terá mais uma vez dificuldades em bater a equipa local, conforme os encontros anteriores com estas equipas, embora traga na bagagem o objectivo de adiar a decisão da eliminatória para o dia seguinte, o Domingo de Páscoa.

Na Madeira, o CAB local não terá dificuldades em bater um Desportivo da Povoa, que chega ao Play-Off com todo o mérito e acaba por fazer uma boa época, sendo uma equipa organizada, e que algumas vezes surpreendeu durante a fase regular, com jogadoras jovens e promissoras. Mas o CAB tem outra dimensão e é claramente favorito.

Calendário:

Sexta
17:30 Horas Olivais - Barcelos
15:00 Horas CAB - Desp. da Póvoa
17.00 Horas Algés - Boa Viagem

Sábado

16.00 Horas A.D.Vagos - ESSA

Bons Jogos para todos

06/04/2009

SELECÇÕES REGIONAIS DE AVEIRO VENCEM EM PORTIMÃO

As atenções estavam todas centradas neste fim de semana em Portimão, desde várias iniciativas englobadas no maior evento do Basquetebol Nacional envolvendo cerca de 3000 pessoas. As selecções regionais, disputaram o Interselecções da época 2008/2009.


Aveiro marcou presença como é normal, vencendo o Torneio nos escalões de Sub-16 e Sub-14.
Em cadetes femininos, a AB de Aveiro recuperou o título perdido no ano passado. O resultado final de 37-30 evidenciou o equilíbrio que pautou o jogo. Para a capitã de Aveiro, Sara Dias, esta vitória tem um sabor especial pois “é a última Festa” a que vem. “Foi um jogo muito renhido pois o Porto tem uma grande equipa mas merecemos ganhar”, declarou a atleta.
Na final de sub-14 feminino reeditou-se o duelo do ano transacto, entre a AB Porto e AB Aveiro, e a história repetiu-se. Aveiro controlou o jogo do início ao fim e ganhou por 72-45, sagrando-se tricampeã. A capitã, Andreia Branco, evidenciava a alegria que reinava na equipa no final do desafio. “Merecemos a vitória pois tivemos trabalho e equipa. Foi uma boa recompensa para nós”, exclamou a aveirense.
in fpb.pt








Parabéns ás Equipas!!!

SPARTAK MOSCOVO CAMPEÃO EUROPEU






















05/04/2009

O Spartak de Moscovo sagrou-se Campeão Europeu ao derrotar o Salamanca por 85 - 70. Diana Taurasi com 31 pontos 5 Ressaltos e 4 Assis. foi a MVP desta grande final, assistida por mais de 5.000 pessoas que encheram por completo a Arena de Salamanca, cidade que tem a maior falange de apoio á sua equipa feminina.
Voltando ao jogo do lado do Salamanca foi Le`Coi Willingham com 25 pontos e 7 ressaltos a mais inconformada.

A um bom ritmo iniciou-se esta final, com a intenção clara da parte do Salamanca em não deixar fugir o Spartak, ou seja não perder o controle do jogo, e obrigando o Spartak a não despertar o seu poderio ofensivo dominado pelas jogadoras WNBA e não só. Cedo se percebeu que seria muito dificil parar Taurasi, que nos seus lançamentos triplos começava a prometer uma grande tarde, enquanto Sue Bird, estava em clara tarde não, falhando aquilo que mais parecia fácil. A resistência do Salamanca foi notória com o seu jogo ofensivo comandado pela jovem Silvia Dominguez, o Salamanca optava por assistir a sua referencia interior Le´Coe, que o Spartak demorava em parar. Dessa forma Gunta Basko e Donette Snow apareciam a fazer alguns lançamentos com exito, usufruindo das ajudas dadas sobre Le´Coe.

Ao Intervalo, 12 pontos de vantagem deixavam um sabor, que as coisas ainda não estavam definidas e que o Spartak não se podia distrair, pois o Salamanca estava no jogo e disposto a vender cara a derrota nesta Final.

Na 2ª parte o Salamanca mantem a diferença no marcador, embora tivesse alguns momentos que reduziu a baixo dos 10 pontos, e uma altura em que essa desvantagem podia ainda descer mais uma atacante a Le´Coe seguida de uma falta Técnica sentenciou o jogo. O Spartak aproveita bem e dá uma sapatada no marcador que chegou momentaneamente aos 20 pontos. Se se pensava ser muito dificil a recuperação, a raça de Isa Sanchez fazia o Salamanca resistir e não entregar o ouro ao bandido, e sair desta grande Final perante o seu publico de cabeça erguida. No final (85 - 70), assistiu-se então à festa do público que assim que percebeu a derrota da sua equipa, a passou a apoiar ainda mais,como agradecimento pela grande prestação da sua equipa nesta grande competição que já durava há 8 meses, caindo "aos pés" da melhor equipa do mundo, e o Spartak sagrava-se assim CAMPEÂO EUROPEU, com Diana Taurasi a ser MVP desta final.
O Salamanca foi um grande segundo classificado, a atingir a melhor classificação de sempre na sua história, e era sem duvida no final uma equipa orgulhosa pela sua campanha, e a escrever a mais importante página do seu historial.
José Ignácio um treinador da terra, era um homem feliz com o seu grupo de trabalho, pela grande campanha nesta Euroliga e pela participação na Final 4, com o confronto com o poderio Russo.
De referir que esta Final Four foi transmitida por 5 Televisões na Europa, e bem melhor que, quaisquer jogo de futebol, pois aqui ou levamos com futebol e de fraca qualidade, ou não vemos mais nada de desporto na TV.

3º e 4º Lugares

UMMC Ekaterinburg 80-56 MKB Euroleasing

Final

Spartak 85 - 70 Halcon Avenida

FINAL FOUR DA EUROLIGA - Spartak e Salamanca são os finalistas

Salamanca foi o palco da Final 4 da Euroliga, um fim de semana, onde estiveram presentes um grande número de jogadoras daquelas que podemos dizer as melhores do mundo. Jogadoras do top da Europa, mais americanas que também as vemos nas melhores equipas da WNBA, este era sem duvida uma parada de estrelas do Basquetebol Feminino.
No sábado as equipas do Perfumarias Avenida e do Spartak de Moscovo Region, ganharam os respectivos jogos apurando-se para a final jogada este domingo.

Spartak 83-74 UMMC Ekaterinburg
Halcon Avenida 85-78 MKB Euroleasing
A grande Final foi então esperada com grande expectativa, em saber até quando o Salamanca poderia resistir ao poderio russo, naquela que é a melhor equipa do Mundo com jogadoras como Diana Taurasi, Sue Bird, Lauren Jackson, e Silvia Fowles, para nao falar nas internacionais, Ossipova, Shegoleva e Karpunina.

Do lado do Salamanca com a poste Le Coe Willingham a surpreender com 20 pontos na 1/2 Final, será uma dor de cabeça para o Spartak, e Donnete Snow, Gunta Basko, mais a belga Ank de Mont, fazem com as internacionais Silvia Dominguez e Isa Sanchez, um grande conjunto capaz de jogar em superação e surpreender o poderio Russo.